Related Posts with Thumbnails
Related Posts with Thumbnails

Tragédia na NHL: Derek Boogaard morre aos 28 anos

Na véspera do início das finais de Conferência da Liga, o mundo do Hóquei no Gelo fica abalada com a morte do Defensor do New York Rangers aos 28 anos.[...]


O jogador (que também atuou pelo Minnesota Wild) foi encontrado morto na manhã de ontem por seus familiares em seu apartamento em Minneapolis. Uma autópsia será feita no corpo do atleta para saber as verdadeiras causas de sua morte.

"Derek era uma pessoa extremamente amável e carinhoso. Ele era uma pessoa muito atenciosa, que fará muita falta a todos aqueles que o conheciam. Estendemos nossas mais profundas condolências à sua família, amigos e companheiros de equipe neste momento difícil.", disse o Presidente e General Manager do Rangers, Glen Sather.

"O Minnesota Wild envia nossas mais profundas condolências à família de Derek Boogaard . Derek era um dos jogadores favoritos dos fãs durante seus cinco temporadas com a equipe e fará muita falta aqui em Minnesota e em toda a NHL. Nossos pensamentos e orações vão para a família de Boogaard durante este período trágico da perda.", disse em um comunicado a equipe que o recrutou no Draft e defendeu por cinco temporadas

"A NHLPA está profundamente triste com a morte repentina de Derek Boogaard. Derek era um membro muito querido e respeitado da NHLPA, e sua morte é uma grande perda para a comunidade do hóquei inteiro. Nossos sinceros pêsames aos muitos amigos de Derek e família durante este momento difícil.", disse o Diretor Executivo da NHLPA (Associação de Jogadores da NHL) Don Feh em um comunicado.

Nascido em Saskatoon (Canadá) foi escolhido pelo Minnesota Wild na 7ª rodada (202ª escolha) do Draft de 2001, era conhecido dentro do gelo com um dos enforcers mais “casca grossa” da Liga (para muitos o mais temido de todos) com 633 minutos de penalidades em 287 partidas na carreira, sendo 10 dessas partidas em Playoffs. Mas também marcou como um dos jogadores mais ativos quando o assunto era ações comunitárias e obras de caridade por onde atuou. No Rangers, chegou inclusive a criar uma fundação, o “Boogaard’s Booguardians”, que hospedam militares e suas famílias em todos os jogos em que o Rangers atuava no Madison Square Garden, além de ajudar em muitas outras ações comunitárias que beneficiava crianças carentes e também filhos de militares que queriam oportunidades para praticar o hóquei.

Defendeu por duas temporadas no Houston Aeros (da AHL) antes de ser efetivado em Minnesota na temporada 2005-2006. Atuou até a temporada 2009-2010 em 255 partidas com 2 gols e 12 assistências, antes de assinar como Agente Livre por quatro anos com o Rangers em 1º de Julho do ano passado. Nesta temporada, atuou em 22 partidas, com 1 gol e 1 assistência, antes de ficar de fora do restante da temporada (e também dos Playoffs) devido a uma lesão no ombro e a uma concussão.

Essa é a segunda morte de um jogador do time de New York Rangers em apenas três anos. Alexei Cherepanov, 17º escolha geral no Draft de 2007, e vista como futura promessa da franquia, faleceu em 13 de Outubro de 2008 durante uma partida de seu time, o Avangard Omsk, logo após desmaiar no banco de reservas. Nunca chegou a atuar pela liga norte-americana e teve a camisa #7 aposentada pelo time russo. (Reveja o caso aqui e aqui)

Outro caso é de Roman Lyashenko, com passagens por Dallas Stars e Rangers, que foi encontrado morto em 6 de julho de 2003, no quarto de um hotel quando passava férias em Antalya, na Turquia, vítima de suicídio.

http://img42.imageshack.us/img42/1869/transparentad.png