Related Posts with Thumbnails
Related Posts with Thumbnails

[Editorial] Desfalques, desfalques e mais desfalques, o que esperar do Bruins?

Passamos um pouco da metade da temporada e os desfalques fizeram um verdadeiro genocídio no elenco do Bruins. Lucic, Savard, Bergeron, Stuart, Ference, Bitz, Krejci, Morris e Wideman ficaram vários jogos em poder atuar. Chara vem jogando no sacrifício devido a problemas em sua mão esquerda (note que ele se envolveu em apenas uma grande briga até agora). Neste momento, o Bruins tem seus 3 principais playmakers e 2 defensores no DM. O ataque continua sem poder e não se ganha uma SC sem uma ofensiva de destaque. Desde o locaute, nenhuma equipe venceu só tendo uma forte defesa, pelo contrário, defesas medianas eram “escondidas” por grandes first lines. E o que fazer neste momento?[...]
Peter Chiarelli, general manager do Bruins, tem uma “tonelada” de picks (9 nos 2 primeiros rounds dos drafts de 2010 e 2011) e em um “cap world”, picks são como ouro.

Neste momento o único grande nome que pode estar disponível, seria Kovalchuk, que não consegue chegar à um acordo com o Thrashers para renovar seu contrato que vence nesta temporada. A deadline é dia 3 de março, então Waddell, GM do Thrashers, não pode esperar tanto tempo, pois apesar de faltarem cerca de 45 dias para a deadline, deve-se descontar 14 dias durante fevereiro, período dos Jogos Olímpicos de Inverno, onde não serão permitas transferências. Especula-se que o valor para “estrito aluguel”, ou seja, contrata-se Kovalchuk e depois inicia-se negociação para renovação com sua nova equipe, seria de 1 top6 forward + 1 top prospect + 1st round. Em termos de picks, a única equipe que poderia igualar uma oferta, seria o Ducks, que detém os direitos de 2 1st rounders em 2010 e 2011 vindos do Flyers, provenientes da negociação de Pronger, mas como eles devem entrar em “rebuild mode”, já que Selanne e Niedermayer devem se retirar, as chances de que Kovalchuk aceite jogar em um time que não tenha chances reais nos próximos anos, seria baixa. Kings, Capitals, Blackhawks e Bruins, são apontados como favoritos para conseguir os serviços de Kovalchuk.

Mas surgiu um fato recente, que pode afastar o Bruins e outras equipes de tentarem adquirir Kovalchuk agora. Fontes ao redor da NHL, dizem que ele recebeu uma proposta de $150 milhões de dólares por 12 anos de contrato, para retornar à Rússia e jogar na KHL. Kovalchuk é conhecido por seu grande patriotismo, tendo inclusive declarado que ganhar o ouro olímpico é mais importante do que a Stanley Cup. Olhando por este prisma, diria que hoje faria mais sentido para o Blackhawks contratá-lo. O time precisará fazer espaço no cap para a próxima temporada, após as renovações de Toews, Kane e Keith, então eles poderiam contratá-lo agora e se tornando sem sombra de dúvidas o time mais forte e provável franco favorito à Stanley Cup e ainda conseguindo liberar cap.

Não vejo razões para o Bruins contratar Kovalchuk apenas como aluguel e ainda perder valorosos picks e players. Sem garantias de que ele renove, seria mais inteligente fazer contratações pontuais, que possam garantir ao menos uma boa participação nos playoffs e talvez chegar às finais. Chiarelli admitiu que existem conversas em andamento com algumas equipes, mas nada próximo de ser fechado. Mas e se ele não fizer qualquer movimento? Também poderia ser uma opção inteligente. O 1st rounder proveniente de Toronto, deve ser um Top 5 no próximo draft, com boas chances de ser até mesmo Top 3, ou seja, deve retornar um grande jogador. Atualmente os 3 primeiros colocados no ranking são Taylor Hall (LW), Tyler Seguin (C) e Cam Fowler (D), todos com potencial para serem franchise players. Apesar do mercado UFA não parecer tão interessante, alguns nomes que poderiam fazer parte seriam Patrick Marleau, está em seu último ano de contrato com o Sharks e lidera a NHL em número de gols, 31 até o momento, Alexander Frolov, que tem problemas de relacionamento com seu treinador no Kings, Dam Hamhuis, top 4 defensor do Nashville, seriam possíveis alvos na offseason, e poderiam serem contratados sem o gasto de nenhum draft pick ou roster player. Na realidade é uma decisão difícil escolher qual caminho trilhar. O importante é ter certeza do que fazer. Em minha opinião, não vejo o Bruins como um true contender, o time tem lacks ofensivos e defensivos, e olhando a situação do cap, mudar isto seria muito complicado neste momento. Basicamente posso ver alguns nomes disponíveis para negociação, tais como, Ryder, Hunwick, Ference e talvez Wideman. Mas como disse antes, trades podem e devem serem feitas, mas de forma inteligente e sem afetar o core system do Bruins.

http://img42.imageshack.us/img42/1869/transparentad.png