Related Posts with Thumbnails
Related Posts with Thumbnails

Contradição ou Solução: Julien Busca Melhorar a Produtividade de Savard e Horton Diminuindo seu Tempo no Gelo

O Bruins agora ocupa a 1ª posição na Northeast Division e a 3ª na classificação geral da liga. Aparentemente tudo estaria andando às mil maravilhas, mas para quem é fã desse time e o acompanha 24/7, sabe que nem tudo é um mar de rosas. A incompetência de Claude Julien a cada dia me deixa cada vez mais impaciente. No último jogo contra o Tampa Bay Lightning, Julien diminuiu consideravalmente o tempo no gelo de dois jogadores chaves do ataque de Boston, Marc Savard e Nathan Horton.[...]

Nessa partida o Bruins conseguiria um bom resultado, superando o time de Tampa e conseguindo assim garantir o topo da divisão. Mas algo não passou despercebido pelos olhos da mídia e dos fãs. Os top-liners de Boston, Marc Savard e Nathan Horton tiveram uma redução em seu tempo no gelo.

Após o gol de Martin St Louis que empataria a partida no 3º período, Claude Julien colocou no gelo 3 linhas, deixando Savard, Horton e Seguin no banco.


Para você ter idéia de quão improdutivo esses jogadores estão no momento: Nathan Horton completou seu 7º jogo consecutivo sem conseguir marcar um gol e Marc Savard, que é o Top-Center de Boston, vinha há 4 jogos sem marcar nenhum ponto.

Ora que eles estão esbanjando improdutividade isso eu admito e apoio qualquer "wake up call" que Julien quiser dar em seus jogadores. Agora o que me deixa abismado é a contradição de se exigir deles uma maior produtividade e em contrapartida reduzir o tempo deles no gelo esperando com isso que naqueles míseros 11 minutos no gelo eles realizem um SHIFT milagroso. É complicado heim?

Na última partida, Horton jogou um total de 11 min e 36segs, tendo sido o menor período de jogo que o jogador conseguiu desde o início da temporada. Após o gol de empate do Tampa, no 3º período, Savard e Horton não veriam o gelo novamente até os 2 minutos finais da partida. Mas para Julien essa atitude de os colocar menos tempo no gelo têm o objetivo de fazer com que eles cresçam e não diminuam.



"Agora me parece que no 5-on-5[5 contra 5], eles tiveram boas oportunidades, mas eles não conseguiram produzir. Você confia que aquela linha lhe ajude a marcar grandes gols. Esse é o desafio que nós temos agora. Você odeia ter que dividir a linha do Krejci. Nossa 4ª linha têm sido bem consistente e sólida na maioria das vezes. Você busca achar novas peças. Você espera conseguir fazer com que aquela linha siga em frente em vez de tentar desfazê-la. Nós temos que fazer o que precisamos fazer. As vezes é questão de mentalidade. Eu acho, no momento, que Lucic não marcou já faz um bom tempo, mas Horton não marca há muito mais tempo. Nathan deve começar a ter maior confiança em si próprio de que ele é capaz de marcar novamente.", disse Julien.


Como próprio Julien disse à mídia, "é questão de mentalidade". E quem é o maior reponsável por construir uma mentalidade vitoriosa no time? O Treinador.

O Bruins perdeu um grande nome no vestiário durante a última OFF-Season. Falo de Craig Ramsay, atual treinador do Atlanta Trashers. Ramsay não foi apenas o mentor que construiu um dos mais eficientes Penalty Kill da liga, ele foi também aquela voz no vestiário que incentivava seus jogadores e os deixavam 100% focados. O Bruins infelizmente perdeu essa voz ativa no locker room. Independente das punições que Julien aplique em seus jogadores, a mentalidade de "jogar para não perder" não sairá desse time até uma mudança na comissão técnica.

Nenhum time deve ter essa mentalidade de "jogar para não perder". A mentalidade correta é "jogar para vencer". O Bruins sempre teve essa mentalidade nos anos de glória e deverá ter daqui pra frente caso queira conquistar novamente a Stanley Cup.


http://img42.imageshack.us/img42/1869/transparentad.png