Related Posts with Thumbnails
Related Posts with Thumbnails

Powerplay Marca Duas Vezes e Bruins Consegue Superar o Lightning

Boston Bruins 4 x 3 Tampa Bay
Bruins viaja para Tampa em busca de sua 2ª vitória consecutiva jogando fora de casa.[...]






Logo nos primeiros segundos da partida veríamos o Bruins abrir o placar. O gol seria marcado em um powerplay, tendo a jogada sido iniciada após uma péssima tentativa do defensor do Tampa em tentar tirar o puck de sua zona defensiva. Seidenberg conseguiria bloquear o disco na blue line e passaria para Recchi que apesar de não ter acertado o gol, acabaria gerando a assistência que resultaria no gol de Michael Ryder, que posicionava-se em frente do gol no momento. O disco disparado por Recchi bateria atrás do gol do tampa e voltaria logo para o stick de Ryder que não perderia a chance de balançar as redes.(1-0 Bruins)

Mas logo o Tampa Bay empataria o jogo. Aos 12:50 Steve Stamkos empataria em um powerplay. Com isso o Lightning empataria a partida e Stamkos faria seu 29º gol na temporada. Posso resumir a mentalidade da linha de PP do lightning nesse lance em duas palavras chaves: Movimentação de puck e intensa pressão na net adversária.(1-1)

No 2º período o Bruins encaixaria mais um gol e imagine quem marcaria? Isso mesmo... Steve Kampfer. O nosso jovem defensor marcaria o seu primeiro gol na NHL, tendo acontecido segundos após um powerplay improdutivo do time. Destaco nesse gol também a incrível assistência de Marc Savard que com grande visão conseguiria encaixar o passe para que Kampfer capitalizasse. Importante gol para Kampfer e mais importante ainda para o Bruins, pois passava na frente no marcador contra o perigoso time de Tampa.(2-1 Bruins)

O gol de empate do Tampa bay sairia de um brilhante wrap around realizado por Lecavalier tendo contado com assistências de Gagne e Kubina.(2-2)

Com a partida empatada, iríamos então para o 3º período e o Bruins aos 17 minutos faria seu 3º gol com Brad Marchand, com assistências de Shawn Thornton e Greg Campbell. Shawn Thornton mandaria um belo disparo que acabaria sendo desviado, dificultando assim a vida do Ellis. O goleiro do Tampa acabaria cedendo um péssimo rebote para Marchand que não desperdiçaria o presente.(3-2 Bruins) Mas aos 09:10 novamente o raçudo time do Tampa Bay empataria a partida com gol de St Louis em uma grande assistência realizada por Steven Stamkos. Stamkos mandaria o passe para frente da net do Bruins que acabaria sendo desviado pela perna de Boychuk. O puck acabaria sobrando para St Louis que posicionava-se próximo da net.(3-3)

Nos últimos 2 minutos, o Bruins seria presenteado com mais um powerplay. E por incrível que pareça as linhas especiais do time de Boston estavam funcionando muito bem nessa noite. Bergeron assistiria Mark Recchi em um belíssimo wrist shot que encontraria o canto direito de Ellis, selando assim a vitória do Bruins sobre o Tampa por 4 a 3.


Apesar da vitória, o time do Bruins ainda não conseguiu me convencer. Dentre os jogadores que mais tem me deixado impaciente posso citar principalmente Nathan Horton que novamente passou despercebido no gelo. Recchi, que marcaria o gol da vitória do Bruins, faria também uma partida de muitos erros que só seriam compensados pelo gol feito por ele no final da partida.

Tim Thomas por outro lado esteve em mais uma noite excepcional nas redes de Boston, terminando a partida com um total de 31 defesas em 34 disparos.

E por sinal devo ressaltar que a arbitragem nos deu uma bela ajuda para conseguir essa vitória heim? Falo isso pois não vi nenhuma penalidade no hit de Stamkos em cima de Greg Campbell. Estranhamente Stamkos seria colocado no penalty box por boarding, e o Bruins iria para o Powerplay que acabaria resultando no gol da vitória do time de Boston.


Destaques: Destaco apenas a atuação de Tim Thomas.




http://img42.imageshack.us/img42/1869/transparentad.png